Doc Ged Sistemas
  • 74 9803-7822
  • 71 9900-7822
  • 8607-7805
  • 9295-4681

Notícia


 03/09/2015 | ORÇAMENTO PÚBLICO

Vulnerabilidade social nos municípios diminuiu 27% em dez anos


Vulnerabilidade social nos municípios diminuiu 27% em dez anos

A vulnerabilidade social dos municípios diminuiu 27% nos últimos dez anos, segundo o Atlas da Vulnerabilidade Social nos Municípios Brasileiros divulgado pelo Ipeanesta terça-feira,1° de setembro. O estudo revelou que em 2000, o índice que mede a vulnerabilidade social (IVS) era de 0,446, posicionando o País na faixa da alta vulnerabilidade.  Em 2010, o IVS caiu para 0,326, na faixa de média vulnerabilidade social.

1629 municípios saíram da condição de alta ou muito alta vulnerabilidade social nos últimos dez anos, passando de 3610 para 1981. A evolução foi mais nítida em alguns estados das regiões Centro-Oeste (como a faixa de fronteira do Mato Grosso do Sul), Norte (especialmente Tocantins) e Nordeste (com destaque para o sul da Bahia, Ceará, Rio Grande do Norte e leste de Pernambuco).

O Ipea ressaltou, entretanto, que o quadro de disparidades regionais no país permanece, com concentração de municípios na faixa de muito alta vulnerabilidade social no Norte (Acre, Amazonas, Pará, Amapá e Rondônia) e no Nordeste (principalmente no Maranhão, em Alagoas e em Pernambuco, além de porções do território baiano).

Componentes do IVS

Para compor o IVS dos municípios são analisadas três dimensões com 16 indicadores. Essas dimensões avaliam a infraestrutura urbana (lixo, esgoto e tempo gasto no deslocamento entre a casa e o trabalho), o capital humano (frequência escolar, escolaridade, analfabetismo, mortalidade infantil) e a renda e trabalho (taxa de desocupação, atividade entre 10 e 14 anos, dependência de idosos e salário).