Doc Ged Sistemas
  • 74 9803-7822
  • 71 9900-7822
  • 8607-7805
  • 9295-4681

Notícia


 11/08/2015 | FINANÇAS PÚBLICAS

CrediBahia será apresentado a gestores de municípios baianos até o final deste mês


CrediBahia será apresentado a gestores de municípios baianos até o final deste mês

Para apresentar o Programa Estadual de Microcrédito (CrediBahia) a gestores municipais, os técnicos da Coordenação de Microfinanças da Superintendência de Economia Solidária (Sesol) da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) irão visitar Lauro de Freitas, na próxima terça-feira (18) – quando também estarão reunidos representantes dos municípios da Região Metropolitana de Salvador (RMS) e do Recôncavo – Senhor do Bonfim, no dia 21 de agosto, e Luís Eduardo Magalhães, no dia 28. A apresentação terá detalhes e performances dos números do programa e os benefícios que proporciona no desenvolvimento da economia local.

Segundo o titular da Setre, Álvaro Gomes, o objetivo do programa é fomentar cada vez mais o empreendedorismo e os pequenos negócios. “Com os juros diferenciados de mercado, o CrediBahia pode ser uma saída, principalmente para a população do interior do estado”. A caravana do CrediBahia em 2015 já passou por Guanambi, Porto Seguro, Ilhéus, Ribeira do Pombal, Ipirá e Feira de Santana. Além disso, realizou um encontro com empreendedores em Salvador.

Estratégia

“Em cada uma dessas apresentações reunimos cerca de 30 gestores municipais, além dos técnicos da Setre e do Sebrae”, disse o coordenador de Finanças Solidárias, Weslen Moreira, destacando que o objetivo é sensibilizar os prefeitos e secretários municipais sobre a importância do CrediBahia como estratégia de desenvolvimento para a economia dos municípios.

Inclusão

Com juros de 5% ao ano para empreendimentos do semiárido baiano e 6% nos demais municípios, o CrediBahia incentiva atividades produtivas e a geração de emprego e renda, configurando-se numa grande ferramenta de inclusão social. Somente este ano, até 31 de julho, o programa já liberou R$ 38,9 milhões, através de 13.112 contratos, beneficiando 4.811 empreendedores. Desde 2002, quando foi criado, já foram atendidos 65.068 empreendedores com 152.425 contratos, e disponibilizados o total de R$ 307,7 milhões.

Executado pela Secretaria do Trabalho, Emprego e Renda, em parceria com a Agência de Fomento da Bahia (Desenbahia), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e prefeituras municipais, o programa opera com 184 postos de atendimento em 182 municípios baianos.